terça-feira, 17 de julho de 2007

Pedal de Domingo, 15-07-2007, Zé do Pato

















O grupo composto por Adilson e Isabel, Júnior e seu filho Arthur, Ronaldo e seus primos Élcio e Maria e Mara Lúcia e o novato Marcelo mais uma vez compareceu bravamente com uma bike de 18 marchas (esse é guerreiro, hehehe! ) para um pedal que exigiu muito esforço dos participantes. As oito e meia da manhã zarpamos das proximidades do Posto Pedra Negra, seguindo a Imigrantes, depois pela estrada dos Tachos. Na altura da comunidade do Ribeirão Santana, entramos a direita rumo a fazenda das Antas até chegar na estrada da Flora que
vem da Pólo Films, entrando à esquerda, rumo ao Carro Quebrado serpenteando pela Serrinha, mais conhecido como o local "onde os filhos choram e a mamãe não vê, rssss. Abrimos aqui um parênteses para o trio Feminino " Isabel, Mara Lúcia e Maria que zeraram a subida da Serrrinha com muita habilidade. No Alto da Serrinha à sombra de uma acolhedora árvore o Grupo registrou o momento para depois seguir à direita rumo a Flora, passando pela Fazenda da Prata dos Roquim. Depois da travessia da balsa, que também mereceu registro, atravessamos a rodovia 491 entrando à esquerda sentido fazenda Japão, Zé do Pato, serpenteando até chegar na Walita para depois " como diz o sábio conselheiro-mor Jurássico Luizão" correr pro abraço e fazer a última subida até o Café Bom Dia onde parte do grupo, "literalmente" posou para fotos, já meio disperso, completou a distancia de 59,3 km . ( Fotos Adilson Ferreira / Ronaldo Trombini)
Até a próxima,

Abraços
Ronaldo Trombin

3 comentários:

Anônimo disse...

Legal, hein?! Essa turminha tá arrebentando nesses pedais de domingo! Belo relato, Ronaldo.

Rodrigo Silva

Anônimo disse...

Xará Trombini,
Parabéns pelo relato. Este grupo domingueiro passa uma energia muito boa.
Fico muito feliz pela sua motivação pela bike. Este esforço com certeza é abençoado pela padroeira dos bikessauros, Nossa Senhora Aparecida.
Abraços, Ronaldo.

ronaldo disse...

Valeu Xará, Valeu Rodrigo, obrigado pelos eloigios. Eles me dão inspiração para melhorar sempre

Ronaldo Trombini