terça-feira, 18 de setembro de 2007

Reconhecimento do trajeto de trip trail e de cross country - Paraguaçu

PEDAL DE DOMINGO, 16/09/07

Hoje, domingo, 16 de setembro de 2007, uma turma jurássica resolveu dar uma chegada até Paraguaçu para reconhecimento do trajeto de trip trail e de cross country da corrida da última etapa da Copa Sul Minas de Mountain Bike. Assim, por volta das 8:00h começaram a chegar no bikeponto os representantes dos Bikessauros e também corredores de outras equipes que também tinham resolvido ir. Aproximadas 15 pessoas saíram rumo a Paraguaçu e, num instante, lá estávamos todos na praça central da cidade, onde bikers locais, incluindo o Dr. Alain, mentor e mantenedor da Copa, esperavam-nos para mostrar-nos o caminho. Já era meio tarde quando iniciamos o reconhecimento, de forma que um sol abrasador nos oprimiu o tempo todo. Os vinte e cinco quilômetros não são muito difíceis, uma vez que não há grandes subidas e nem mesmo subidas muito longas. Para uma competição noturna, todos concordamos, é um trajeto ideal. Todos fizemos o percurso com muita rapidez, exceção feita a Alessandra, Mirian, Silvana e Thiago que, inocentemente, erraram o caminho e perderam-se na imensidão das montanhas. Quando demos pela falta deles, já estavam próximo a represa, já avistando o Pontalete, de forma que pedalaram muitos quilômetros a mais – tudo bem, melhor errar para mais do que para menos, diz um aforismo jurássico. Quando todos nos reunimos uma vez mais no Clube de Paraguaçu, com os perdidos já devidamente encontrados, refletimos um pouco antes de partir para o trajeto do cross country, já que o sol, forte e terrível, reinava absoluto. Decidimos não desafiar Sua Majestade e desistimos dessa segunda parte. Montamos sem delongas as bikes nos carros e uma parte da turma parou para almoçar no caminho, enquanto outra parte seguiu direto para Varginha.

Foi muito interessante essa oportunidade de rodar por aqueles lados com uma turma tão receptiva e agradável como a dos colegas de Paraguaçu. A todos, incluindo o Dr. Alain, ficamos muito gratos.

Não nos esqueçamos, sauros, que temos chance real de ganhar esse campeonato. Tudo começou sem nenhuma pretensão, com jurássicos e jurássicas que, isoladamente, quiseram participar da Copa. Agora, vendo a possibilidade de sucesso (claro que um vice-campeonato já seria mais que bem-vindo), todos estão inflamados com o desejo de ver mais uma vez a flâmula jurássica tremular alto. Só o que temos que fazer é levar o máximo de competidores possível, arrancando um ponto aqui, outro acolá e, no fim, quem sabe, possamos atingir o posto mais alto dessa contenda.

Rodrigo Silva

Nenhum comentário: