segunda-feira, 11 de abril de 2011

1.o Florágua - Show de participação dos Bikessauros

Parabéns a todas as intrépidas e intrépidos que participaram do evento.
Foi muito bom ver o nosso povo reunido e feliz da vida por estar
participando de uma iniciativa tão nobre pelo nosso Rio Verde.
Seguem o Certificado concedido pela Prefeitura de Varginha e um link
com algumas fotos.

Fotos Luizão:
https://picasaweb.google.com/luizao.bikessauros/1FloraguaAbr2011#

Fotos Roberto:
https://picasaweb.google.com/107629149585159328695/20110410?authkey=Gv1sRgCILlob_tvMiH3wE#

Abraços,
Luizão
Bikessauros/Varginha-MG

domingo, 3 de abril de 2011

PEDAL DE SÁBADO, 02/04/11, "DEUS NOS LEVA!"


Sábado, dia ensolarado, ponto marcado para partida. Batalhão da Polícia Militar às 7hs.
Eu sai de casa 6hs e 30min, passei na casa da Vivi e seguimos para o Posto Pedra Negra onde estavam Alessandra (fanta) e Rodrigo seu amigo, aguardamos alguns minutos o Chakal, com sua demora resolvemos seguir para o Batalhão.
Assim que avistamos a praça em frente o Batalhão lá estava : Luciana, Mauro, Miriam, Hebert ( novato),
Chakal e o Sopão chegou logo em seguida, após os cumprimentos rotineiros começamos o pedal traçado: Flora, atravessar a balsa e seguir para o Zig Zag e Zé do Pato.
Assim que iniciamos o pedal,ouve-se!
Parou, parou, era o pneu do Sopão, mais foi rápido!
Seguimos em frente até a Flora, com o ritmo rápido ganhamos tempo, chegamos e formos direto
para balsa, tiramos algumas fotos do celular do Rodrigo. Após a travessia já com as bikes em chão
firme seguimos para o caminho do Zig Zag. Como disse a Luciana "Deus nos Leva", continuamos o
pedal desejado começamos nos perder.
Assim:
Acho que é por ali, não a gente deveria ter entrado pelo outro caminho, não estou lembrando desse aqui.
Subimos até perto de uma fazenda, não tendo certeza voltamos para a estrada que fica abaixo dessa fazenda. Pedalando, pedalando,pedalando o grupo muito unido era só alegria,afinal estávamos preparados para novos desafios.Ufa!
Começamos a subir pelo cafezal, a subida exigia técnica, força e disposição!
Chegando lá em cima, não tinha alternativa, voltamos um pouco e começamos pela trilha de baixo, estávamos andando em circulo seguimos e voltamos, na descida Chakal perdeu seu Cateye e resolveu voltar para procura-lo.
Aguardamos alguns instante, Chakal pediu que a gente continuasse sem ele, tudo bem, ficamos preocupados!Mais seguimos. Depois de algum tempo, ah! Achamos uma saída,pegamos a estrada destino Zé do Pato, paramos para um lanche, não demorou e continuamos o pedal, Miriam lembrou de uma trilha,era uma alternativa para sairmos já no Café Solúvel, esse foi o caminho "Deus nos Leva". Entramos pela trilha fechada, seguindo logo em frente os primeiros desafios , olhando para um lado e para outro,só se via mata , Ô Papai! Até que numa descida pelo pasto Luciana comprou um terreno, ela cai em câmera lenta, seu pé ficou preso no conduite do freio,ainda bem que não machucou! Mais rimos muito! Estávamos perdidos novamente, mais o grupo apesar das adversidades a união foi o principal para mantermos firmes, no propósito de achar a saída. Mata fechada o capim estava alto mais em alguns ponto dava para pedalar." Brejo" o nosso novo desafio, atolamos os pés, Fanta, Luciana, Sopão e Hebert seguiram para o lado direito , já ouvindo os gritos e risadas, Eu, Vivi, Miriam e Rodrigo seguimos pelo outro lado onde Mauro já estava no seu desafio, atravessar a bike para o outro lado.
Havia ali um córrego com dois pequenos troncos de árvores. Chegando ali Rodrigo junto com Mauro atravessaram as bikes para o outro lado onde Hebert e Sopão ajudaram, Eu, Vivi e Miriam tiramos a sapatilha e com ajuda atravessamos para o outo lado.
É, mais ainda não terminou! Seguindo em frente avistamos as Vacas, elas queriam nos pegar, mais tudo bem! Chegamos numa fazenda pedimos água e formos em frente, parecia que era o dia da vaca!
Sopão, Mauro, Hebert subiram no pasto primeiro, logo em seguida Luciana, Miriam, Vivi, Eu, Fanta e Rodrigo atrás, todos atentos a qualquer movimento das vacas, o mais engraçado era a Vivi, que medo!Ela pedia para o Sopão abrir a porteira e ele segurava com receio das vacas passar para outro lado, UFA! Que adrenalina!!!
Continuamos, mais pasto, brejo e sem saída, de novo!Um terreno que Sopão comprou na descida no pasto, rsrsrs.
Caminhamos por um bom tempo, havia cerca para todo lado, o mato alto em alguns ponto, brejo e outro córrego, onde novamente a união do grupo foi primordial, o jeito era rir muito, chegamos perto de um antigo côxo, conclusão: Sem sáida !
O jeito era atravessar as bikes por cima da cerca e depois nós passamos por baixo.
Seguimos em frente, até chegar na fazenda cachoeira, tinha alguns cachorros mais tudo ocorreu bem.
Até que fim! Já estava perto do Café Soluvel, não esquecendo que neste pedal houve levantamento de peso e a travessias pela cerca por várias vezes.
O grupo seguiu até o posto que fica em frente o Bradesco, na Princesa do Sul, para um breve lanche de comemoração desse espetácular pedal!


Concluindo: Esse pedal realmente foi a frase dita pela Luciana.
"Deus nos leva", se observar-mos, o tempo todo estávamos perto da saída, o que fez
a diferença foi não perder o controle e a alegria de estamos todos juntos por um só objetivo.


Um grande abraço, tenha todos uma ótima semana!


Bebel.